capas decio 5.jpg

Líder da oposição diz que não adianta deputado fazer discurso bonito para as mulheres e votar contra o direito de aposentadoria das trabalhadoras

Brasília, 08/03/2017 – O ataque aos direitos previdenciários, especialmente das mulheres, foi destacado nesta quarta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, pelo deputado Décio Lima em pronunciamento na Câmara dos Deputados. E reafirmou seu compromisso, como líder dos partidos da minoria no Congresso Nacional, em barrar os retrocessos aos direitos das mulheres.

“A luta pela igualdade de direitos é de homens e mulheres”, destacou Décio Lima. E acrescentou: “Quero pedir para as mulheres brasileiras se atentarem para o parlamentar que vier fazer discurso bonito no Dia Internacional da Mulher  e votar contra o direito de aposentadoria das trabalhadoras do nosso país”.

O deputado lembrou também que as mulheres têm dupla e muitas vezes tripla jornada de trabalho. “O governo ilegítimo Temer quer aumentar a idade de aposentadoria da mulher brasileira. As mulheres, assim como as pessoas com deficiência são os principais alvos dessa proposta de desmonte da Previdência”.

Segundo Décio Lima, no atual modelo de Previdência, defendido pelos governos Dilma e Lula, a mulher tem o direito de se aposentar mais cedo que os homens, justamente porque elas trabalham em média 7,5 horas a mais que os homens por semana, segundo estudo do IPEA.

O parlamentar finalizou clamando a organização das mulheres: “Somente a luta e mobilização será capaz de deter essa máquina de moer direitos que se tornou o governo Temer”.